7/10/2008

Alonso e a Ferrari

Papo antigo volta à tona e mais uma vez Alonso está cotado para ir à Maranello...


- Em 2007 Alonso ingressou na McLaren imerso em esperanças e o que se viu foi um final de temporada onde ele e a equipe não mais se aturavam. No momento do ápice de seu litígio com o time, muitas possibilidades apareceram para que ele guiasse por outra equipe, cada uma com uma possibilidade diferente tinha chance de contar com os serviços do competente bicampeão.

- Toyota, Williams, Red Bull, BMW e a Renault, que acabou faturando a disputa eram as concorrentes. Mas mesmo sem ser citada para 2008 a Ferrari sempre foi tida como o grande destino do maior piloto da história do automobilismo espanhol. A Renault conseguiu um contrato de apenas um ano com Fernando e 2009 passou a ser a grande incógnita na carreira dele.

- Dessa forma mais uma vez a imprensa espanhola, em parceria com a alemã, põe o piloto na equipe de Maranello, no lugar de Massa ou de Raikkonen. Dessa vez seria o Banco Santander - instituição financeira espanhola - o grande responsável pela mudança de ares que seria definitiva. O banco tem cores vermelhas, as mesmas da equipe, e muito dinheiro. A Ferrari se atrai fácil por patrocinadores nessas cores, vide a Vodafone - empresa de telefonia - que até mesmo conseguiu mudar o tom de vermelho do time por alguns anos.

- Raikkonen rebate dizendo que é certo que correrá em 2009 pela equipe vermelha, os rumores dão conta que ele até mesmo se aposentaria após esse periodo. Massa tem contrato até 2010 e a equipe pretende segurá-lo por algum motivo.

- Eu particularmente continuo acreditando que o melhor caminho, e o mais favorável é a BMW. A equipe alemã deve se desfazer de um de seus pilotos e Alonso seria o piloto ideal para levar o time às constantes vitórias e também ao seu primeiro título. O espanhol e o polonês Robert Kubica já chegaram até a responder questões sobre o fato de possivelmente correrem juntos... e aprovaram.

- A verdade é que mais uma vez o bicampeão não tem equipe para o próximo ano, mesmo sabendo que não vai ficar à pé. Mas ainda há o risco, calculado é verdade, de ter de permanecer por mais um ano na Renault. Sem vitórias, sem título.

2 comentários:

Guilherme (RJ) disse...

Garcia,

Não seria Michael Schumacher o grande empecilho para Alonso pilotar uma Ferrari?

No meu entender, o espanhol pilotando uma Ferrari, num contrato de 5 anos, seria uma enorme ameaça aos espetaculares recordes e grandiosas marcas do alemão. No mínimo iria se aproximar perigosamente... e tempo Alonso tem muito pela frente ainda.

O Schumacher ajudou muitíssimo no crescimento da equipe italiana e existe reconhecimento por parte da Ferrari, além disso, com o equipamento que tem não é necessário um piloto acima da média para ser campeã de construtores nem de pilotos.

Outro ponto: Alonso é ótimo piloto, mas tende a ser desagregador quando as coisas não funcionam a contendo...

Prefiro ver Alonso numa Renault melhorada ou comandando uma Toyota do que rivalizar com Kubica dentro da própria equipe.

Abraços!

Felipe Maciel disse...

Acho que ele fica na Renault ou então ocupa a vaga do Heidfeld na BMW, caso ele saia.

A BMW pode brigar pelo título no ano que vem e acho que a Renault também... Ela é bicampeã. O Alonso partiria para sua segunda temporada seguida na equipe. Se ele alega ter levado não sei quantos décimos de segundo para a McLaren em apenas um temporada, deveria levar mais décimos ainda para a Renault em dois anos. Caso contrario, sua teoria dos décimos pra lá e décimos pra cá poderia ir por água abaixo.