4/14/2008

Novos tempos na Stock

Ciente que a idade chega para todo mundo, multi-campeão anuncia retirada...


- Muito de falou sobre mudanças na Stock Car no último final de semana. Novo sistema de classificação, volta do reabastecimento, entrada da Pick-Up Racing no calendário, etc. Mas o que mais deveria ter sido comentado no domingo não ganhou destaque merecido. Ingo Hoffmann, doze vezes campeão brasileiro de Stock Car, anunciou no grid de largada ao microfone da Rede Globo que deixaria a categoria no final do ano. Uma categoria que além de ter lhe dado tantos prêmios, não viu Ingo em apenas uma de suas etapas, exatamente a de inauguração em Tarumã.

- Eu já havia achado estranho o comportamento do alemão no sábado, quando foi até a Sala de Imprensa para uma entrevista coletiva. Costumeiramente sisudo, dessa vez ele falou em tom de emoção sobre a conquista de sua pole position. Falou também sobre sua experiência, que é bom competir com essa "molecada" nova e agradeceu muito o fato de ainda estar competitivo. Encerrou agradecendo à Deus.

- Ele não deixará de ser piloto pois assume que precisa disso para viver, continuará como piloto da GT3 Brasil, de Rallye e também será consultor na própria Stock. Ingo é um piloto que não tem equipe própria e depende de patrocinadores. Coincidentemente seu principal patrocinador nos últimos anos, a Filipaper, não o acompanha em 2008.

- Por tudo que ele fez... só nos resta os parabéns.

Stock Car V8:

- A prova da Stock Car V8 foi marcada pela volta do reabastecimento, que acabou decidindo a corrida. Marcos Gomes, que ontem errou em seu match na classificação e acabou largando em 6º, venceu devido à sua excelente estratégia. Mas o que pode mudar na estratégia se os pilotos são obrigados a colocar 10 litros da gasolina, mesmo que não haja necessidade?

- Conversando com Andreas Mattheis ele afirmou que o máximo que se pode fazer é pedir para o piloto parar no final da prova quando o carro já está um pouco mais leve, mesmo que faça a última perna um pouco mais pesado.

- Eu continuei duvidando da estratégia e perguntei se era possível em um carro de 1250Kg uns litros de gasolina fazerem alguma diferença e ele disse que na Stock Car se briga por milésimos de segundo, logo... ele me convenceu.

- De qualquer forma a vitória foi mais do que merecida pois ele teve sempre um carro mais rápido que os outros, fez falta apenas uma tentativa de ultrapassagem, como alguns reclamaram, em especial Cacá Bueno, que dessa vez tem toda razão.

- Parece que o novo regulamento quer forçar os pilotos à andarem lado à lado no sábado com o novo sistema de classificação e desencorajá-los à fazer isso no domingo, pois o reabastecimento resolve o resto.

Copa Vicar:

- A antiga Stock Car Light deu à Peugeot sua primeira vitória em um evento na Stock Car. Paulo Salustiano foi o grande vencedor depois de uma prova, como sempre, muito disputada. Dessa vez porém, sem incidentes negros como o do ano passado.

Pick-up Racing:

- Momento mais do que feliz para mim aconteceu ontem durante a estréia do novo formato da Pick Up Racing, que foi o convite recebido por mim para participar da transmissão ao vivo da prova pela Rede Vida, onde fiz reportagens de pista. Quero agradecer à toda a turma da Rede e principalmente à Tatá Muniz, grande amigo, que confiou em mim para tal função.

- A prova de estréia por sinal foi muito bela, com a vitória de ponta a ponta de Gustavo Sondermann com Paulo Salustiano (sim, ele novamente) em segundo e Thiago Riberi em terceiro. Os pilotos que participaram do antigo campeonato tiveram algumas dificuldades de adaptação e esperam que até a 3ª etapa fiquem mais à vontade. Dudu Massa, irmão de Felipe, o piloto da Ferrari participou da prova largando em 5º e chegando em 6º após ser tocado por um adversário.

Foto: Bruno Terena/Grande Prêmio

2 comentários:

Priscilla Bar disse...

Ingo merece uma estátua,isso sim...

Quanto a Stock,quantas mudanças né?!confusao...

Ron Groo disse...

Ingo é O cara...