9/14/2007

Aconteceu?

McLaren perde pontos no mundial de construtores e leva pra casa multa de 100 milhões de dólares...


- Desde que vi uma esfiha aberta pela primeira vez não pude deixar de confundir com uma pizza. O formato é o mesmo, redonda com recheio no centro e uma borda de massa em volta, só que em tamanho menor. Não mata a fome como uma pizza comum.

- Foi a primeira coisa que me lembrei assim que saiu o veredito da reunião do Conselho Mundial da FIA, uma esfiha aberta. Houve punição, mas não saciou a fome de quase ninguém.

- Dados os fatos que vieram à público durante os últimos meses não havia como esperar nada diferente de uma exclusão da McLaren e de seus pilotos pelo menos para o campeonato 2007, mas não foi o que aconteceu.

- A perda de todos os pontos da equipe no mundial 2007 entrega de bandeja o mundial de construtores à Ferrari, que com isso, não sai decepcionada da sessão, a equipe até mesmo já emitiu um comunicado parabenizando a FIA. Por quê tanta complacência agora?

- A multa de U$ 100 milhões apesar de tudo é extremamente pesada, o que significa 1/3 do orçamento da própria McLaren para uma temporada inteira e talvez seja maior do que o orçamento inteiro da Renault. Resta saber agora que tipo de baque a equipe pode sofrer. Não podemos nos esquecer que a equipe se classificará em último lugar no mundial de construtores e com isso não receberá um centavo sequer de premiação.

- Em relação aos pilotos, que não sofreram punição alguma, acho injusta a decisão. Os dois brigam entre sí agora para ver quem é o campeão, ou seja, beneficiados por ter um carro que segundo a FIA foi feito com base em informações de outra equipe, Alonso ou Hamilton serão campeões da temporada.

- Sobre a já famosa delação premiada aviso: roubarei um banco semana que vem, quem quiser vir comigo não tenha medo, depois de passado o roubo assumirei toda a culpa e não serei considerado culpado. Até onde eu sei, delação premiada funciona em casos onde o delator não se beneficia por um bom tempo para depois delatar o crime.

- E a situação de Alonso? Essa talvez seja agora a mais curiosa das histórias do final da temporada. Ele já tem liberação para rescindir seu contrato com a McLaren, afinal a equipe foi considerada culpada, mas ele o fará? Para onde irá? Como continuará correndo em 2007 para uma equipe que ele entregou?

- E Hamilton, não foi punido por quê? Com o que ele contribuiu? Se não contribuiu com nada não pode se enquadrar na delação premiada, certo?

- É chato falar do que acontece fora das pistas, mas é impossível fechar os olhos. E vale a pena encerrar mais uma vez dizendo que, como sempre, a justiça não é cega.

1 comentários:

Rodrigo Wizard disse...

Eu achei justa a punição. Seria injusto privar a história da Fórmula 1 e seus fãs de uma temporada como esta logo na reta final.

Sem a McLaren e seus dois pilotos, todo o brilho de uma disputa que tinha três vitórias para três pilotos (Hamilton, Massa, Raikkonen), e quatro para outro (Alonso), iria por água baixo.

Não acho que dê p/ desmerecer o título de Hamilton ou Alonso por causa da equipe ou de membros que participaram do caso da espionagem. Já o título da McLaren, este sim deveria ser cassado, como foi.

De tudo o que foi decidido, só acho que faltaram duas coisas. Primeiro, cadeia p/ Nigel Stepney e Mike Coughlan, os responsáveis diretos por tudo. Segundo, de acordo com as evidências publicadas no Autosport hoje, o banimento do Mr. De La Rosa da Fórmula 1, pois este sim, sabia do esquema e repassou as informações.

Abraços!

(E continue treinando com a Alfa Romeo! O De La Rosa me mandou um email que acho que vai te ajudar bastante! kkkkkkk)