9/14/2008

Pitacos - Monza = Domingo

Nadando de braçadas, Sebastian Vettel se torna o piloto mais jovem da história a vencer uma corrida de Fórmula-1...


- Todas as bolsas de apostas, grupos de bolões e afins com certeza estão impressionados com a perfomance de Sebastian Vettel no Grande Prêmio da Itália durante o final de semana. Já não é novidade que, com pista molhada, o alemão de apenas 21 anos cresce e se envolve entre os líderes, mas daí até conquistar uma pole position com tanta autoridade e vencer uma corrida de ponta a ponta já é um pouco demais.

- Ate por isso, mesmo com as condições adversas de clima, é de se exaltar com todas as forças o feito do garoto. Para citar um exemplo, só não da para se dizer que ele teve uma McLaren em seu encalço durante toda a prova porque Heikki Kovalainen, o segundo colocado, foi ficando para trás enquanto ele abria, abria e abria vantagem sempre que podia.

- Foi a primeira vitória de um piloto das mais bonitas que já vi, aliada a primeira vitória de uma equipe que é considerada simpática pela maioria dos fãs de Fórmula-1 e que sucedeu, nada mais nada menos, que a Minardi.

- "Eu olhava para a placa que a equipe me mostrava e me perguntava como podia ainda estar vendo a mensagem 'P1'", disse Vettel vivendo o momento que segundo ele mesmo era o melhor de sua vida. Segundo ele, antes da prova a equipe apenas o disse: "vai lá e destrua todo mundo, acelera", e foi o que ele fez. Dizendo a todo momento que estava sem palavras ele ainda foi responsável por mais uma interessante: "Já vi o grid de largada de todas as formas, mas da pole position foi a melhor...".

- Mais do que nunca ele atinge agora um novo patamar de reconhecimento na Fórmula-1 e um novo status - que já era forte - e tudo isso sem nem sequer esperar para fazer sua estréia pela matriz Red Bull, por onde correrá em 2009. Esse vai longe.

E mais...

- Toro Rosso 27, Red Bull 26, esse é a nova pontuação das duas equipes no mundial. Sim, a filial está à frente da matriz e de quebra conquistou a primeira vitória hoje, feito que a RBR não conseguiu;

- E não é que Gherard Berger voltou a levantar uma taça na F-1? Mesmo que a Toro crescesse, ninguém jamais imaginou essa cena de hoje. Ele merece;

- A Toro que, aliás, vem em uma crescente muito interessante no campeonato. Acredito que se hoje Vettel fosse chamado para terminar o campeonato pela Red Bull ele não aceitaria. E não seria mesmo bom negócio;

- Uma pena apenas que Sebastién Bourdais não tenha conseguido sair para a primeira volta atrás do Safety Car, problemas mecânicos o jogaram para a última posição e ele não pôde aspirar mais nada de interessante durante o GP;

- E o principal foco do GP infelizmente não foi Vettel e sim a disputa entre Hamilton e Massa pela liderança do mundial. O brasileiro tinha tudo para sair de Monza com a primeira colocação mas um desempenho impecável do inglês o manteve na liderança;

- Ele foi arrojado, fez ultrapassagens, partiu para o risco e mais uma vez provou que sob condições adversas ele se sobressai. Não fosse a estiagem na parte final da prova, que o obrigou a mais uma troca de pneus, e ele tomaria a vitória de Vettel;

- Massa, Raikkonen, Hamilton e vários outros pilotos parecem ter aprendido a lição. Várias ultrapassagens foram feitas cortando caminho pela chicane. As devoluções dessa vez foram muito mais claras do que a de Spa no último domingo após disputa entre Hamilton e Raikkonen;

- Raikkonen que, por sinal, foi péssimo mais uma vez. Dessa vez a chuva o assustou e ele não passou da 9ª colocação. Ele segue em 4º no mundial e está apenas 2 pontos à frente de Heidfeld, o quinto;

- Apesar disso mais uma vez ele fez a melhor volta da prova. Ele ruma para se tornar o recordista nesse quesito;

- Os outros brasileiros foram discretos mais uma vez. Enquanto Nelsinho Piquet chegou na 10ª posição, Rubens Barrichello foi apenas o 17º, culpando a estratégia arruinada pelas condições do tempo. Piquet saiu satisfeito pois as condições de largada não o permitiam fazer mais.

1 comentários:

Ron Groo disse...

Pois bem...
Vettel foi demais, seguro, competente, macho pacas... porém...
Choveu no sábado. a classificação ficou louca e ele saiu na frente.
Choveu no domingo antes da largada e tudo ficou muito dificil.
O 'se' não corre mas, Estivessemos em pista seca e uma corrida normal, com a Toro ele não chegaria nos pontos sequer.
É legal ver um cara que sim, vai ser campeão do mundo um dia, por que braço para isto ele tem, talento também, vencendo numa pista sagrada e naquelas condições.
Só que forçosamente temos que admitir.Foi atipico!