7/21/2008

Não foi só sorte

A sorte foi um dos fatores que levou Nelsinho ao pódio, mas não o único...


- Sorte é o encontro da capacidade com a oportunidade. Muitas pessoas não tem mesmo a oportunidade de mostrar que são capazes de algo. Ontem o brasileiro Nelsinho Piquet teve a visita da oportunidade e resolveu mostrar muita capacidade para chegar ao pódio do Grande Prêmio da Alemanha.

- Não era difícil de se imaginar que ele perderia posição para Hamilton - como realmente aconteceu - mas também para a Ferrari de Massa e a BMW de Heidfeld. porém, ele foi mais rápido que os dois e conquistou o primeiro pódio da sua carreira logo em sua 10ª corrida. Com autoridade.

- Incluso à esses detalhes o fato que ele ainda mostrou esperteza durante seu periodo de liderança. Certo de que perderia posição para Hamilton de qualquer forma ele preferiu não dificultar para que Massa e Heidfeld não chegassem.

- É a hora da virada? Mais na coluna de amanhã no "F1 Mania".

- Enquanto isso leia abaixo um pouco sobre Hamilton...

3 comentários:

Café com F1 disse...

Concordo Garcia...
Vamos torcer para que a maré continue! Hungria trás boas lembranças para ele!
Abraços...

Felipe Maciel disse...

É como dizem, o único lugar em que sorte vem antes de trabalho é no dicionário.

Loucos por F-1 disse...

Ele teve bastante sorte, mas tmb guiou muito bem sua Renault até o fim. Vamos dizer que foi competencia com uma pitada de sorte.

Abraços!

Leandro Montianele