5/06/2008

Game Over

Depois de tantos problemas, Super Aguri não resiste e deixa a Fórmula-1...

(Acima o jogo da Nintendo que tinha Aguri como personagem principal)

- Aguri Suzuki e sua equipe estão fora da Fórmula-1. Depois de inúmeros problemas financeiros o time sai de fininho com um comunicado oficial e a Fórmula-1 volta a ter apenas 20 carros em seu grid. Aguri, como todo ex-piloto, sonhava em ter uma equipe de Fórmula-1 e esse objetivo só foi alcançado após necessidade da Honda.

- E esse apoio da montadora japonesa se transformou em um problema nos últimos dias quando a fábrica, à pedido de Ross Brawn sob dura supervisão de Nick Fry, decidiu virar as costas para seu time B.

- Não creio que Aguri deveria se acomodar, como parece ter feito principalmente em 2007, com o apoio dado pela Honda. Acredito que ele deveria ter ido atrás de novos parceiros, em especial para que deixasse de ser um "time B". Como isso não aconteceu, a dura realidade bateu à sua porta.

- Aguri Suzuki entra agora para a lista dos inúmeros ex-chefes de equipe. Simpático, o japonês que já foi até título de jogo de video-game da Nintendo deixa a Fórmula-1 pela segunda vez (a primeira foi como piloto), infelizmente pela porta dos fundos. Game Over.

F1 Mania


- A saída da equipe do mundial praticamente derruba o atrativo que teria minha segunda coluna para o "F1 Mania", que falava exatamente sobre a situação do time no mundial, escrita ontem com o título de "Super agrura". - Leia: Super agrura.

E mais...

- Oficial também o anúncio de que Emerson Fittipaldi voltará a pilotar no Brasil, ao lado de seu irmão Wilson. A cerimônia porém acontece apenas na próxima quinta feira em Interlagos na apresentação do novo patrocinador da GT3 Brasil. Até o fim da semana mais novidades aqui no "Mundo Veloz";

1 comentários:

Bárbara Franzin disse...

Nossa, será que ele vai correr na etapa de Interlagos? Imagina, que legal! Aliás, vc estará por lá? Estou combinando de ir com o pessoal, quem sabe a gente nao se encontra!

Bjs